BLOG

msd_suco_contra_dor_muscular

Prevenindo-se contra a dor – vai um suco?

Livrar-se de dor crônica pode se tornar uma via crúcis para uma pessoa. Não dormir direito, ficar para baixo, evitar mexer muito para não doer e até se isolar da família e dos amigos tornam-se parte da vida.

Buscando o alívio com o uso de analgésicos ou outras terapias, muitas vezes a pessoa não lembra que o alívio pode estar na cozinha mesmo, em um dos fundamentos de qualquer plano de manejo de dor: a alimentação adequada.

Muitas dores do dia-a-dia ou resultado da prática esportiva, podem ser atribuídos ao esforço exigido dos tecidos compondo o sistema músculo-esquelético, que causa rompimentos, lesões e inflamações.

Os nutricionistas indicam que os fitonutrientes (anti-oxidantes, antocianinas e similares), podem nos proteger nesses casos e contribuir para a diminuição da dor ou a estimular a recuperação muscular após grande esforço.

Assim como a aspirina – analgésica e anti-inflamatória – que vem de uma planta, existem muitos alimentos que podem trazer benefícios no alívio da dor.

Embora ainda não tenhamos estudos grandes que comprovem definitivamente os benefícios de alguns alimentos muito citados na mídia, já temos um corpo crescente de evidências sobre a importância do controle dietário na prevenção de dores e inflamações.

Inclusive, temos vários posts no blog sobre a importância da boa alimentação.

O paciente de dor crônica deve tentar manter uma alimentação saudável – o que pode também contribuir para o emagrecimento em caso de sobrepeso, utilizando certas frutas, vegetais, especiarias e temperos que sabemos fornecer fitonutrientes (anti-oxidantes, fenóis e antocianinas) que mitigam a dor e inflamação, especialmente do tipo músculo-esquelético.  Inclusive, sabe-se que sete entre dez pacientes que queixam a dor crônica estão acima do seu peso.

Lembra-se do artigo sobre as substâncias fitoquímicas nas pimentas ardidas que bloqueiam a transmissão da dor? A capsaicina age como analgésico natural e é muito utilizada em pomadas tópicas. Veja nosso post.

Ou das implicações da obesidade sobre a dor? Ou do post sobre o impacto da vitamina D na diminuição do uso de opióides no tratamento da osteoartrite?

Ou até a alergia alimentar? A identificação de alimentos-gatilho das inflamações pode ter o efeito de redução dos incômodos da dor.
Alimentos: cura ou causa de doenças inflamatórias e dolorosas crônicas
Alergia alimentar oculta – diagnóstico

Como hoje em dia os sucos e smoothies são muito populares, por permitirem o consumo do alimento cru de uma forma fácil e rápida, trazemos a receita de um suco saboroso que contém ingredientes que ajudam no alívio de dores músculo-esqueléticas e osteoartríticas.

RECEITA

4 fatias de abacaxi (descascado e sem o miolo)
1 mão cheia de cerejas frescas (do tipo mais azedinho)
1 cenoura grande
gengibre, fatia de 5cm, raspado
pedaços pequenos de turmeric
uma mão cheia de salsa com os talos

1. Lave bem todos os ingredientes antes de utilizar.
2. Descasque e fatie o abacaxi. Remova os caroços das cerejas. Raspe o gengibre.
3. Bata tudo.

No lugar do abacaxi, pode utilizar manga, e em vez de cerejas, morangos.

Melhor consumido imediatamente. Se quiser guardar, é melhor em recipiente com tampa (sem contato com o ar para não oxidar os nutrientes essenciais) e deve-se consumir dentro de 48 horas.

Boa semana!!

Estudo sobre ervas e especiarias no tratamento de dor.

JÁ VIU?