BLOG

Nascemos com a Capacidade de Superar Dificuldades ou Aprendemos com a Vida?

Já ouviu falar em resiliência? Segundo o dicionário Houaiss, a origem vem da física, sendo a propriedade que alguns corpos apresentam de retornar à forma original após sofrer tensão e se deformar. Um exemplo seria uma vara de bambu que se enverga no vendaval e retorna à sua forma habitual ao fim dos ventos. É a capacidade de superar ou se adaptar a situações negativas ou a mudanças traumáticas.

E por que estou falando sobre isso? Esta semana, em nossa reunião interdisciplinar de rotina, a psicóloga Rosane Palma nos fez uma explanação sobre o assunto no campo humano. Foi simplesmente incrível! Exposto a uma situação desfavorável ou mesmo muito difícil, o ser humano possui uma capacidade de se adaptar e aprender com a mesma.

Pesquisas apontavam que a resiliência era inata da pessoa e influenciada pelo ambiente em que nasceu; mas, hoje, sabe-se que também pode ser aprendida. Ao final da apresentação, fomos convidados a ver um filme que está postado no Youtube – Querido Eliot 99 balões. Ali temos um grande exemplo de uma família resiliente. Todos nós estávamos chorando muito quando o filme acabou.

Exemplo de força de vontade

Força de Vontade e Coragem

Cada um tem sua maneira de lidar com tragédias, traumas e dores, por isso, quanto maior nosso autoconhecimento, maior a possibilidade de encontrar formas de enfrentar as dificuldades sem nos abater e a partir delas desenvolver estratégias para superá-las.

A resiliência faz uma diferença enorme nos tratamentos de dores crônicas e nós profissionais devemos estar preparados a estimular a resiliência em nossos pacientes e familiares. Assim, diante dos altos e baixos e idas e vindas da vida, estaremos mais preparadas para seguir na caminhada.

Em breve, Rosane Palma estará aqui escrevendo mais sobre esse assunto.*

Tenham todos um ótimo fim de semana! Até lá!

 

de Enfrentamento da Dor Crônica

 

Etimologia da palavra resiliência: Vem de RESILIRE, “saltar de volta”, formado por RE-, “de novo, outra vez”, mais SALIRE, “saltar”. RESILIENCE está em uso no Inglês desde 1620, mas em nosso idioma parece ser recente. Possivelmente se trata de mais uma dessas  traduções apressadas feitas por semelhança, pois já temos uma palavra com esse significado físico, “elasticidade”. Em Inglês se acrescenta o sentido de “capacidade de recuperação após um golpe”, que nós aqui poderíamos chamar simplesmente de “recuperação”. (Fonte:www.origemdapalavra.com.br)

JÁ VIU?