BLOG

Em Debate: o Uso Racional de Medicamentos

Foi publicado no dia 15 de janeiro de 2013, pela Anvisa, um Edital de Chamamento convidando instituições públicas e privadas a integrar uma força tarefa para discutir o uso racional de medicamentos e senti necessidade de fazer minha contribuição aqui no blog, mesmo que seja por escrito.

O fato é que o uso indiscriminado de várias medicações,  sem orientação médica,  tem gerado problemas sérios aos usuários.  Por afetar um número enorme de pessoas, tornou-se hoje um problema de saúde pública. Um exemplo são as dores de cabeça que poderiam ter um desfecho feliz caso recebessem tratamento adequado sob uma supervisão médica. Essas dores de cabeça podem tornar-se crônicas e ter seu curso agravado pelo uso abusivo e incorreto de medicamentos.

Testemunho situação similar em pessoas com dores de coluna e que fazem o uso regular de antiinflamatórios para camuflar o problema. Esta queixa, se não for investigada, não terá o diagnóstico concluído e  o problema perdurará, prorrogando por tempo indefinido o uso de analgésicos e antiinflamatórios.  Aí começa o círculo vicioso.

Sabemos que a medicação mais comercializada nos balcões das farmácias brasileiras, sem receita médica, são os antiinflamatórios. Eles podem levar a sérios problemas de estômago (gastrite, úlceras), renais (insuficiência renal) e problemas do coração (aumento de pressão arterial).

E, apesar das advertências feitas por profissionais médicos e o governo em meios de comunicação nacionais, no Brasil ainda continua a cultura de comprar no balcão da farmácia.

Por isso, recebo com muita satisfação essa notícia que mostra para toda população a preocupação de nossos órgãos reguladores com a gestão de saúde. Vamos buscar meios de viver mais felizes e mais saudáveis!

Bom fim de semana para todos!

 

Pode gostar de ler:

O Abuso de Medicamentos Controlados

Tratamentos para Dor Crônica (foco em atletas)

Um dos Tratamentos para Dor Crônica

 

JÁ VIU?