BLOG

Dor no joelho em atletas adolescentes

Bola rolando! Dribla aqui, dribla lá. Coração disparado, frente a frente com goleiro. Bola quase entra. Aiii, não foi desta vez. Estica mais um pouco que vai. Agora vai! vai! Gooooool!!! Qual garoto ou adolescente no calor do jogo já não se auto-apelidou com nome do craque favorito, ou no afã do jogo, gritou “eu sou o Ronaldo!”, ou mais recentemente,  “sou o Neymar!”, e em resposta ouviu seu companheiro de jogo contestar, “…não!! eu que sou!!”

Como  a  bola quase começando a rolar na Copa das Confederações a  e no ano que vem na Copa do Mundo, muitos jovens se inspiram nos jogadores heróis ou nos times eleitos e redobram idas aos campos e clubes ou escolinhas de futebol para jogar.

É claro, o exemplo dado foi escolhido devido ao futebol ser a paixão nacional, mas, todos os dias em todo o país, o mesmo ímpeto ocorre em outros esportes e já foi constatado que a procura do médico ortopedista ou médico de dor por jovens atletas queixando dor e desconforto no joelho é frequente. Por que ocorre a dor em pessoas tão jovens?

De acordo com Dr. José Fábio Lana, especialista em ortopedia, medicina esportiva e medicina regenerativa, que atua no Singular Centro de Controle da Dor, Campinas, estes jovens atletas –  e os pais dos mesmos – seja no futebol ou em outro esporte, precisam conhecer seus limites para não favorecer o surgimento de lesões devido a sobrecargas de treinos e competições, que causam dor, sem o adequado tempo de repouso para a recuperação articular.

Como alerta sobre estes excessos em treinamentos, confira a seguir texto do blog do Dr. José Fábio do dia 02 de maio, 2013, intitulado, “Dor no joelho do atleta adolescente“.

O joelho é formado por dois importantes ossos dos membros inferiores que são o fêmur e a tíbia. Esta junção é composta por duas articulações distintas: uma entre o fêmur e a tíbia chamada de fêmoro-tibial e outra entre o fêmur e a patela denominada fêmoro-patelar. O joelho é a maior articulação do corpo humano.


Para o bom funcionamento dessa articulação, nas atividades diárias e esportivas, é preciso que todas essas estruturas funcionem em harmonia. Além disso, a articulação do joelho também é formada por várias estruturas complexas compostas por ossos, ligamentos, tendões, músculos, nervos e vasos sanguíneos.
Essas complexas e variadas estruturas são extremamente sensíveis a pequenos problemas de alinhamento, atividades excessivas e erros de treinamento. Desequilíbrios musculares nessa região também podem originar articulações dolorosas.
A busca por melhor desempenho do jovem atleta, exigida cada vez mais nas modalidades esportivas, faz com que exageros na carga de treinos sejam um dos fatores de origem das dores articulares.
Vários fatores podem estar associados à dor no joelho do adolescente, algumas causas mais comuns são:
  • Desequilíbrio dos músculos da coxa (quadríceps e isquiotibiais) que suportam a articulação do joelho
  • Más formações congênitas
  • Diminuição da flexibilidade com encurtamento muscular e tendinoso
  • Problemas com o alinhamento das pernas entre os quadris e os tornozelos
  • Técnicas inadequadas de treinamento
  • Equipamentos inadequados de treinamento
  • Excesso de treinamento
Uma cuidadosa avaliação das queixas apresentadas, associada a um detalhado exame físico e exames de imagem são necessários para um diagnóstico preciso da causa da dor. É importante conscientizar treinadores e pais sobre os limites impostos pelo organismo dos jovens atletas. Sobrecargas de treino e competições sem o adequado tempo de repouso para a recuperação articular, vão favorecer o surgimento de lesões.
Referências:
Finnoff JT, Hall MM, Kyle K, Krause DA, Lai J, Smith J. Hip strength and knee pain in high school runners: a prospective study. PM R. 2011 Sep;3(9):792-801.
Blatnik TR, Briskin S. Bilateral knee pain in a high-level gymnast. Clin J Sport Med. 2013 Jan;23(1):77-9
Mini-biografia Jose Fabio Lana

JÁ VIU?