Tag Archives: lesões traumáticas

Risco de fraturas femorais atípicas com uso de bisfosfonatos

22 nov

Risco de fraturas femorais atípicas com uso de bisfosfonatos

“Tudo em excesso faz mal.”  Pode ser verdade quando se trata de medicamentos para reduzir a perda óssea e evitar as fraturas ósseas, vertebrais e não vertebrais. Recentemente, pesquisadores lançaram outra alerta sobre o uso, por mais de cinco anos, dos bisfosfonatos, inibidores da reabsorção de tecido ósseo.

De fato, desde a aprovação desta classe de medicamentos, tem havido alertas que indicam cautela no uso prolongado da droga, pois, foi associado a um risco aumentado de fraturas femorais atípicas, dores musculoesqueléticas severas e osteonecrose. (mais…)


Neuroplastia Peridural Percutânea

4 out

Neuroplastia Peridural Percutânea

Hoje falaremos desta técnica intervencionista de tratamento da dor usada nas dores crônicas da coluna (dor que persiste por tempo superior a 3 mêses), que não respondem a tratamentos conservadores, e que tenham como motivos principais, a fibrose pós laminectomia ( pós cirurgia de coluna), hérnias de disco e estenose de coluna ( estreitamento do canal por onde passa a medula).

Quando utilizado em fibrose pós laminectomia, seu objetivo é desintegrar o tecido cicatricial que fica colado à raiz nervosa, o que impede sua movimentação de forma livre.

Esta técnica também é conhecida como neurólise peridural, neuroplastia epidural, neuroplastia de Racz  ou lise de aderências. ”Lise” quer dizer desintegração (vem da palavra grega “lusis” que significa soltar) de uma aderência, ou seja, tecido colado ou unido. No caso da neurólise, desintegra ou desfaz aderências que estão afetando algum nervo. (mais…)


Epiduroscopia

14 dez

Epiduroscopia

A epiduroscopia, também chamada de endoscopia espinhal epidural, ou mieloscopia epidural, é um procedimento endoscópico em que o espaço epidural é explorado para o diagnóstico e tratamento intervencionista de dor na coluna, principalmente a dor radicular.

Nesta técnica minimamente invasiva, usando um cateter fino com uma câmera de fibra ótica, examina-se as estruturas anatômicas epidurais para localizar aderências e fibroses com a finalidade de prover tratamento direcionado e preciso. (mais…)


Síndrome do piriforme

6 set

Síndrome do piriforme

Onde fica o músculo piriforme?

O músculo piriforme é um dos músculos pequenos e estreitos localizado na região profunda do glúteo, e permite a rotação externa da perna. Estende-se desde a base da coluna, no sacro, conectando-se com o fêmur aproximadamente onde fica a dobra da nádega. O nervo ciático, que sai da coluna, passa dentro deste músculo ou abaixo dele.

Síndrome do piriforme

É uma condição neuromuscular pouco comum em que o nervo ciático – o maior nervo do corpo – fica comprimido, incarcerado ou irritado. É uma neurite (inflamação do nervo) na parte proximal do nervo ciático. A compressão ou encarceramento deste nervo pelo músculo piriforme, devido a espasmo e/ou contratura, causa dor, que costuma ser descrita como formigamento, queimação ou parestesia.

A dor pode ocorrer na cóccix, quadril, glúteo, virilha, coxa ou parte distal da perna (irradia ao longo da perna). Como podem ver, não há um local preciso. Há piora da dor quando a pessoa fica sentado por muito tempo, sobe escadas, caminha, ou corre. (mais…)