Obesidade Infantil – Fatos e Figuras

28 out

Fatos

  • A criança com sobrepeso tem risco maior de se tornar um adulto obeso.
  • Genética, comportamento, e ambiente familiar têm um papel importante no sobrepeso infantil.
  • O sobrepeso infantil aumenta o risco de várias complicações de saúde, inclusive psicológicas.

É importante incentivar as crianças com sobrepeso a se tornarem ativas, a diminuirem o tempo de tela e a desenvolverem hábitos alimentares saudáveis.

Efeitos Sociais e Psicológicos da Obesidade Infantil
Os efeitos emocionais e psicológicos causam mais prejuízos no curto prazo porque estão acontecendo aqui e agora, quando as crianças estão jovens e vulneráveis. Não é incomum as crianças com excesso de peso serem alvo de chacotas e bullying por parte dos seus pares. Isto pode gerar baixa auto-estima, problemas de aprendizagem e comportamento, e depressão.

Além disso, as crianças obesas freqüentemente sofrem de ansiedade e não desenvolvem muita habilidade social. Uma das possíveis reações destas crianças é de se comportar mal na escola, sendo encrenqueiros e destrutivos. Outra é de se retrair e ficar antissocial. Além disso, crianças que sofrem de ansiedade geralmente têm baixo rendimento escolar.

Em uma cultura onde as crianças e adolescentes constantemente vêem e ouvem o quanto é importante ser lindo, magro e atlético, as crianças com sobrepeso muitas vezes sofrem discriminação e exclusão social. E porque, naturalmente, na formulação da opinião da criança a seu próprio respeito, pesa bastante o que eles acham das pessoas e vice versa, a sua auto-estima pode ficar muito baixo.

Atividade física – uma forma de prevenção

  • Ter como meta que seus filhos façam pelo menos 60 minutos de exercícios moderados a vigorosos todos os dias. Isto pode ser feito fazendo os exercícios de uma vez ou várias vezes ao longo do dia, ou até em períodos diferentes em sessões de 10, ou até 5, minutos durante o dia. Se os seus filhos não estão acostumados a serem ativos, incentive-os a fazer o que está dentro do limite deles e vai aumentando aos poucos até eles conseguirem atingir os 60 minutos por dia.
  • Aumentar as oportunidades das crianças de praticar uma atividade física no decorrer do dia. Verificar se na escola do seu filho tem como os alunos fazer atividade física no recreio e se tem aulas freqüentes de educação física e quando tem, perguntar se seu filho participe nelas ativamente. Isto assegurará que as crianças consigam fazer os recomendados 60 minutos de atividade física por dia.
  • Seja um modelo positivo. Faça as atividades junto com seus filhos.
  • Limite o tempo de tela da criança para menos de 2 horas diárias e não coloque aparelhos de TV e consoles de vídeogames no seu quarto.
  • Visite o portal do Ministério da Saúde para mais informações e orientações sobre o assunto.

  • Joice

    gosteii