BLOG

mundo_sem_dor_osteoartrite_joelho_imagem_CMI_clinic

O QUE É OSTEOARTROSE?

Doença crônica que não tem cura mas tem tratamento

A osteoartrose, também conhecida como artrose ou osteoartrite, é uma doença crônica que afeta as articulações, danificando a cartilagem que reveste a superfície dos ossos. De acordo com a Organização Mundial da Saúde, é considerada uma das dez doenças mais incapacitantes nos países desenvolvidos.  Pode envolver joelhos, quadris, e outras articulações, inclusive as da coluna.

No mundo, cerca de 9,6% dos homens e 18% das mulheres com mais de 60 anos sofrem de osteoartrose sintomática¹.

O sintoma mais comum e característico da osteoartrose (OA) é a dor na articulação acometida. No início, o desconforto normalmente está relacionado às atividades de maior esforço e, com o avanço da doença, a dor surge nas atividades simples do dia a dia, ou mesmo em repouso.

Também é comum o paciente relatar maior incômodo depois de um longo tempo parado e no período das manhãs, que vai melhorando ao longo do dia.

Importante lembrar que a cartilagem não dói porque não é inervado e por isso não tem capacidade para gerar dor. No entanto, a lesão da cartilagem deixa o osso –que é inervado– exposto, e esse local se torna uma fonte de dor.

Estruturas como tendões e a própria cápsula articular (membrana que recobre as articulações) também podem doer.

Na OA, a cartilagem que protege as extremidades dos ossos na articulação saudável (primeira imagem), fica desgastada e esta perda causa a diminuição do espaço entre os dois ossos (segunda imagem). Quando um encosta no outro, causa grande dor.

Outros sintomas importantes da OA nas articulações são: rigidez, inchaço, rangido, crepitações, estalos, deformidades e até a perda de função. Vale ressaltar que a intensidade desses sintomas varia de pessoa para pessoa e, curiosamente, eles podem não condizer com o comprometimento articular.

Dessa forma, pacientes com degeneração inicial podem sofrer bastante (osteoartrose sintomática) enquanto que pacientes com degeneração avançada podem não sentir quase nada (osteoartrose assintomática).

 

desenho preenchimento questionárioEntenda como é feita a avaliação funcional na artrose de joelho

 

 

 

TIPOS DE OSTEOARTROSE

Do ponto de vista médico, a osteoartrose tem duas classes:  

  • Osteoartrose primária – se desenvolve nos indivíduos, independentemente de fatores externos, e a cartilagem perde progressivamente a sua elasticidade e capacidade de absorção de cargas. Seu principal fator de risco é a idade avançada.
  • Osteoartrose secundária – se desenvolve em virtude de um fator, geralmente agressivo, anterior à doença. Temos como exemplos:
    • entorses, fraturas e luxações;
    • microtraumas articulares causados por prática de esportes como a ginástica olímpica, vôlei e atletismo;
    • doenças na infância, como a artrite séptica e a artrite reumatoide;
    • condições sistêmicas como obesidade, diabetes ou problemas hormonais.

4ª maior causa aposentadoria por invalidez

De acordo com a Sociedade Brasileira de Reumatologia, dados da previdência social brasileira mostram que a osteoartrose é a quarta maior causa de aposentadorias por invalidez no Brasil.² Na Lei Federal nº 8.213/91, artigos 42-47, constam informações importantes sobre os benefícios da aposentadoria por invalidez, que estão relacionados à incapacidade permanente da pessoa para exercer atividade profissional que garanta o seu sustento.

Veículo adaptado, isenção parcial de impostos

Além da aposentadoria, existe a possibilidade de aquisição de um veículo adaptado para locomoção especial, seja o portador da doença condutor ou não. Um exemplo disso é quando o doente já não consegue mais uma movimentação adequada dos membros inferiores (pernas).

Neste caso, deve-se procurar o Detran, Ciretrans ou o órgão responsável pelo trânsito da cidade para se informar sobre o processo de troca da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) comum para a modalidade especial e os critérios para a aquisição de um veículo para Portadores de Necessidades Especiais.

A isenção de impostos (como o IPI, IOF, ICMS) varia para cada caso e pode chegar até um total de 30%. Mais informações podem ser obtidas no site do Detran de seu estado.

A osteoartrose não tem cura, mas é uma doença de caráter benigno e tem tratamento, que pode melhorar muito a qualidade de vida do paciente. Portanto, procure um médico especialista e faça os exames necessários.

Referências

¹http://www.who.int/chp/topics/rheumatic/en/

²https://www.reumatologia.org.br/doencas/principais-doencas/osteoartrite-artrose/

[/nt_toggle]

Referências

¹http://www.who.int/chp/topics/rheumatic/en/

²https://www.reumatologia.org.br/doencas/principais-doencas/osteoartrite-artrose/

 

Como a medicina intervencionista de dor pode tratar a osteoartrose?

Viscosuplementação no joelho

Suplementos articulares que podem ajudar na regeneração das articulações

Radiofrequência Resfriada

Quando tem indicação para a prótese de joelho?

JÁ VIU?