MINHA HISTÓRIA NA MEDICINA INTERVENCIONISTA DA DOR

COMO TUDO COMEÇOU

… “minha história em medicina intervencionista em dor iniciou-se em setembro de 2001 em um congresso hands-on (prático) em Budapeste – capital da Hungria. No mesmo mês em que as torres gêmeas sucumbiam ao solo, eu e meu sócio e parceiro Fabrício Assis, iniciávamos nossa trajetória em cursos em Budapeste, Istambul, Londres, Barcelona, Buenos Aires, Lubbock, Dallas, Memphis e Hawaii”, arrebata o experiente médico.

PIONEIRISMO

… “em 2007, nós prestamos o exame de Fellow of Interventional Pain Practice (FIPP), nos tornando os primeiros brasileiros certificados pelo World Institute of Pain (WIP). Este é um exame constituído de parte teórica, parte prática em cadáveres, e um exame oral”, adverte esse pioneiro graduado.

lista de alunos certificados FIPP

Em dezembro de 2015 se tornou o segundo médico brasileiro a receber certificação internacional em procedimentos guiados por ultrassom para o tratamento de dor, o CIPS (Certified Interventional Pain Sonologist) pelo WIP e World Academy of Pain Medicine Ultrasonography (WAPMU).

foto do Dr. Charles sentado com o lendário médico intervencionista da dor, Dr. Prithvi Raj, autor de vários livros didáticos na especialidade e um dos fundadores do WIP, em Budapeste. Ago/2011

Dr. Charles com o lendário médico intervencionista da dor, Dr. Prithvi Raj, autor de vários livros didáticos na especialidade e um dos fundadores do WIP, em Budapeste. Ago/2011

FORMAÇÃO ESPECÍFICA E CARGOS EXERCIDOS

… “hoje sou membro do banco de examinadores do Instituto Mundial da Dor (World Institute of Pain – WIP) e fui Vice-presidente da Seção Latino-americano da mesma entidade (2013-2015). Sou palestrante internacional, co-fundador da Sobramid, sociedade que reune os médicos intervencionistas do Brasil, e Secretário do Comitê Intervencionista da Dor da SBED, a Sociedade Brasileira para Estudos da Dor.

CLÍNICA DE DOR SINGULAR: PRIMEIRO CENTRO DE DOR LATINO-AMERICANO A SE TORNAR REFERÊNCIA MUNDIAL

A proposta do Dr. Charles Amaral de Oliveira e de seu sócio de trazer para o Brasil um Centro de Controle da Dor multidisciplinar com padrão internacional tornou-se realidade quando fundaram o Singular Centro de Controle da Dor. Em 2010 o centro se tornou centro de referência mundial em dor que foi certificado pelo World Institute of Pain (WIP), em 2010, o centro conquista o selo “Excellence in Pain Practice Award”, tornando-se o primeiro Centro de Referência em Dor na América Latina, e um dos doze no mundo a ganhar este aval do Instituto Mundial da Dor (WIP).

selo de centro de excelência em dor

CONTINUAM INOVANDO

E as inovações continuaram com os dois sócios do Singular fundando um programa de Fellowship do próprio Singular (2009), um curso Teórico-Prático em Medicina Intervencionista da Dor (2011) com professores nacionais e internacionais, que hoje serve de modelo para o curso do Pain School International, em Budapeste; e um Hands-on workshop anual que acontece no MARC Center, Miami, EUA (2013), em dois idiomas, inglês e espanhol. A maior parte dos médicos brasileiros certificados FIPPs já passaram ou pelo curso Singular ou pelo programa de fellowship, inclusive foi no final do fellowship deste último que o médico anestesiologista, Dr. André Mansano, se tornou o terceiro sócio do Singular. E mais recentemente, buscou e conquistou nova titulação de médico especialista em ultrassonografia nos procedimentos de dor.

AJUDA A FUNDAR SOCIEDADE PARA MÉDICOS DE DOR

Junto com Dr. Fabrício Assis e Dr. Luciano Braun, em outubro de 2012, Dr. Charles Oliveira funda a primeira entidade a reunir os médicos intervencionistas da dor brasileiros – a Sobramid, da qual é o presidente para o biênio 2015-2017. Os membros da Sobramid aspiram levar a Medicina Intervencionista do Brasil a um nível de excelência mundial, promovendo um controle da dor cada vez mais eficiente, seguro e acessível.

Em 1953, ao fundar o primeiro centro multidisciplinar de dor nos EUA, o “pai da dor”, Dr. John Bonica, também teve esse sonho, inclusive ajudando a fundar o IASP, International Association for the Study of Pain, e a revista Pain, que é hoje uma das melhores no ranking das revistas científicas.

O jovem médico que um dia foi buscar conhecimento em outros continentes, hoje viaja para estes para dar palestras, participar em workshops e congressos, e convida os professores para vir compartilhar seu conhecimento e experiência em técnicas intervencionistas com os colegas brasileiros, desde o início inspirado pelos pais fundadores da especialidade.

ONDE NOS ENCONTRAR E COMO SE INFORMAR

CLÍNICA SINGULAR – CAMPINAS
Rua Maria Monteiro, 968
Cambuí – Campinas-SP
tel: (19) 3251-2312

CONSULTÓRIO – MINAS GERAIS
Rua Cel. João Notini, 331 4º andar
Divinópolis-MG CEP 35500 017
tel: (37) 3222-9063