BLOG

mundo_sem_dor_drs_charles_sang_heon

L-DISQ NOVO TRATAMENTO PARA HÉRNIAS DE DISCO

Novo recurso minimamente invasivo para tratar hérnia de disco

No dia 26 de julho de 2016 foi lançado no Singular, o L-Disq, dispositivo utilizado para o tratamento de hérnia de disco e lombalgia refratária incapacitante.

Na ocasião, um dos inventores do L-Disq, o médico sul-coreano da Universidade de Medicina da Coréia do Sul, Dr. Sang-Heon Lee, Ph.D, realizou três procedimentos para demonstrar seu uso em uma técnica minimamente invasiva.

dr_lee_singular

Dr. Sang-Heon Lee (Coréia do Sul) com os sócios da Clínica Singular no lançamento do     L-Disq. E/D Drs. André Mansano, Dr. Sang-Heon, Charles Oliveira, Fabrício Assis (fonte imagem: www.singular.med.br)

O L-Disq é um dispositivo de uso percutâneo que permite ao médico navegar até as zonas-alvo dentro do disco vertebral, previamente identificadas por meio de exame de ressonância nuclear magnética (RNM) da coluna, e lá reduzir o tecido causador da dor.

A ponta do dispositivo consegue atingir o núcleo pulposo (centro do disco intervertebral) e o anel fibroso (parte posterior do disco intervertebral) em todos os níveis da coluna, podendo ser utilizado na região cervical, torácica e lombar.

Durante a ablação do tecido dentro do disco, como a temperatura não excede 4,2 graus Celsius dentro do disco, e 1ºC na superfície do disco, durante o período de testes do L-Disq, foi verificado que a técnica não causa danos pela temperatura, tão pouco causa danos estruturais aos tecidos neurais próximos, verificado por exame histológico de tecidos em volta do disco.

mundo_sem_dor_procedimento_ao_vivo_L-Disq

Diferente dos tratamentos convencionais de hérnia de disco, o L-Disq consegue tratar a hérnia de disco extrusa, uma consequência de não tratar a hérnia de disco simples.

<<(Veja os tipos diferentes de hérnias)>>

Após 48 semanas, os pacientes tratados com este método, quando solicitados a dar um escore para sua dor de acordo com a Escala Visual Análoga (EVA), relataram redução de uma média de 7,55 para 1,28.

Enquanto isso, nos tratamentos de lombalgia refratária incapacitante, foi verificado melhora em 55% dos pacientes acompanhados neste mesmo tempo.

Dr. Sang-Heon esclareceu, “Os bons resultados aparecem mais precocemente na coluna lombar. Nas regiões cervical e torácica, precisamos aguardar até 3 meses para obtermos o resultado final”.

E os resultados positivos foram evidenciados um dia após o lançamento quando o primeiro brasileiro a ser tratado com o L-Disq, Kylder de Divinópolis-MG, com queixa de lombalgia refratária, relatou 80% de redução na sua dor 24 horas após o procedimento.

mundo_sem_dor_drs_charles_sang_heon

Kylder, paciente de Divinópolis-MG, tratado com L-Disq no dia seguinte ao lançamento. Junto, Dr. Sang-Heon Lee (Coréia do Sul) e Dr. Charles Oliveira, no Singular Centro de Dor, Campinas-SP.

INFORMAÇÕES COMPLEMENTARES

Áudio Rádio CBN – Dr. Charles tirando dúvidas sobre hérnia de disco

Vídeo sobre o tratamento com L-Disq

Referências

1
Hong, Y. K., Derby, R., Wolfer, L. R., Kim, S. U., Kang, B. S., Kim, N. H., Yoo, S. H., Lee, S. J. and Lee, S. H. (2012), An Assessment of a New Navigatable Percutaneous Disc Decompression Device (L'DISQ) Through Histologic Evaluation and Thermo-Mapping in
Human Cadaveric Discs. Pain Medicine, 13: 1000–1003. doi: 10.1111/j.1526-4637.2012.01447.x
2
Lee, S. H., Derby, R., Sul, D., Hong, Y. K., Ha, K. W., Suh, D., Lee, S. H., Yoon, H. S., Yoo, S. H., Lee, S. J., Park, H. J., Jung, Y. J., Lee, J. E. and Kim, N. H. (2015), Effectiveness of a New Navigable Percutaneous Disc Decompression Device (L'DISQ) in Patients with Lumbar Discogenic Pain. Pain Medicine, 16: 266–273. doi: 10.1111/pme.12603

Divulgação: O primeiro autor SHL inventou o dispositivo e o método de intervenção. Detém aproximadamente 4,0% de direito a royalties no dispositivo. Os outros autores contribuidores não têm conflito de interesse.

JÁ VIU?