Hérnia de Disco

4 jan

Olá pessoal, cá estamos de volta depois de dar as boas vindas a 2011. Que o ano novo traga a realização dos novos projetos e a consolidação dos que já estão em andamento!

Em posts passados falamos sobre a dor crônica e os tratamentos que existem para o controle da dor. Hoje o tema será uma das causas da Dor Aguda de Coluna.

Dores Agudas de Coluna

Os problemas de coluna são categorizados como agudos ou crônicos. A dor aguda geralmente ocorre de modo súbito, e pode ser tão severa que a pessoa pode não conseguir nem se mexer nem se endireitar por algum tempo. Geralmente a dor passa após alguns dias ou semanas.

Estes problemas crônicos desenvolvem gradativamente e as dores podem durar até 12 semanas ou mais. Uma condição pode se tornar crônica se não for tratada corretamente, ou, se a causa não for descoberta e resolvida; condições crônicas podem causar crises agudas.

Hérnia de Disco: os discos intervertebrais–que absorvem o impacto entre as vértebras–podem ficar desgastados  ou também desidratados à medida que envelhecemos. Um movimento súbito pode fazer com que a substância gelatinosa  dentro do disco (núcleo pulposo) exerça uma pressão sobre o limite externo (anel fibroso). Se romper, o material do disco “escorrega” e sai do raio do disco e isto constitui prolapso ou hérnia.

O disco e os tecidos em torno dele podem então comprimir a raíz nervosa ou a medula espinhal, causando dor severa. Se a medula espinhal for afetada, a pessoa pode sentir fraqueza na perna ou em outras partes do corpo, e o atendimento médico urgente se faz necessário.

Geralmente a dor causada por um disco herniado é muito repentina, mas também pode desenvolver com o tempo. É normal diminuir depois de algumas semanas mas o disco fica permanentemente lesionado.

O tratamento costuma ser feito com analgésicos e fisioterapia, mas, às vezes um anti-inflamatório pode ser injetado perto do nervo (injeção epidural). A duração  média do efeito da injeção de corticóide é de três semanas. Em um ano podem ser feitas até três injeções epidurais, contanto que tenha pelo menos duas semanas de descanso entre as aplicações. 

Na falha de tratamento conservador, uma alternativa ao tratamento cirúrgico é a nucleoplastia. É um tratamento minimamente invasivo cujo objetivo é descomprimir e promover a contração interna do disco, aliviando a compressão da raiz nervosa.

Neste procedimento, um cateter de um milímetro de diâmetro é introduzido no interior do disco e através de uma agulha acoplada são transmitidos ondas de radiofreqûencia (RF) que remove e aquece o núcleo de maneira controlada.

Praticar a atividade física regular, beber bastante água e manter uma boa postura são essenciais para manter a coluna saudável.

medication or an epidural injection may achieve a stronger anti-inflammatory effect, although their use is a little riskier, and neither has been clearly shown to change the natural history of whether or not a patient will need surgery. Approximately 50% of the time, an epidural steroid injection will provide pain relief that may last from one week up to one year. Up to three epidural injections may be done in a one-year time frame (at least two weeks apart). For more information, see the following resources

  • mundosemdor

    Vejo em pacientes como você os que tem maior indiação para serem submetidos a procedimentos intervencionistas de dor, já que obtendo alívo da dor com tais procedimentos, poderá diminuir ou até eliminar medicações de via oral, os quais sobrecarregam a metabolização hepática.

  • mundosemdor

    Prezada Vani, depende da sintomatologia. Se não houver déficit motor, perda de reflexos, perda do controle de fezes e urina, pode-se fazer um tratamento conservador esperando a regressão do quadro, agregando tratamento farmacológico oral e bloqueios intervencionistas como uma peridural transforaminal.

  • Vani

    Boa noite Dr. tenho hernia de disco na lombar e ela vazou e está comprimindo o nervo e estou com muitas dores e andando encurvada. A solução é somente cirurgia ou existe outro tratamento? Desde já agradeço.

  • mundosemdor

    Após sua cirurgia, esses reflexos já deveriam estar se restabelecendo. Quando se retarda muito a indicar uma cirurgia, isso pode ocorrer, mas não foi seu caso já que 2 meses depois já estava operado. Precisaria examiná-lo para emitir uma opinião. Atenciosamente, Charles Oliveira

  • Rodolfo

    Quero saber se posso viver o resto da vida tomando diclofenaco. Ou se o corticoide sai mais em conta? Preciso de ajuda, sofro a dois meses com essa hernia na coluna. Obrigado.

  • renata

    fiz a nucleoplastia há uma semana. Mas continuo sentindo dormência na perna esquerda. Será q é normal??? Minha hérnia era na l4 l5 e l5s1. Tenho medo q minhas dores voltem!!!!!!!!!!!!!!

  • eliane bicalho

    Ola Dr. Charles, estou na Inglaterra e desde de fevereiro desde ano, comecei com fortes dores nas costas  e aos poucos foram passando tambem para os  meus joelhos. Ja passei por varios especialistas e o nervo sciatico ja quase me matou de dor por 2 vezes. Ja tomei varios medicamentos, entre eles Pregabalin 50mg, Butrans  transdermal patch)-5 , 10 e  20 mg/hour, Oxycodone hydrochioride/Naloxone hydrochioride-20mg/10mg e varios outros medicamentos, que perdi a conta. A dor nas costa , so volta se fazo um esforco muito grande (como tentar nadar  e caminhar muito). Mais, infelizmente, a sensacao de fraqueza e queimacao nos joelhos , juntamente, com uma dor estranha…………..nunca passa, ate mesmo quando estou dormindo.Fazo fisioterapia e nao tenho tido resultado algum e desde de julho, fiz uma resonancia  e foi diagnosticado . Resultado – Disco desiccation  at  L4-L5  with a small posterior annular tear. Left centrolateral prolapse of the disc here impinging upon the descending L5 nerve in the lateral recess ( desculpa colocar em ingles, mais, nao gostaria de mudar para o portugues, porque poderia ter algum erro de traducao nestes termos medicos e que nao entendo).
    Esta semana passei por dois especialistas da ortopedia e eles decidiram fazer as aplicacoes de injecoes(nao entendi muito bem, qual sera……………..mais, me informaram que tomarei apenas um sedativo e depois de 3 ou 4 horas, poderei voltar para casa). O mais estranho que eu achei, e que eles estao olhando apenas o lado esquerdo, so que, quando tenho as dores fortes do nervo e minha perna direita que e mais atinjida. Estou com muito medo do que pode acontecer, pois, nao domino a lingua o suficiente para entender termos tecnicos e nao estou me sentindo muito confiante, Uma vez, que ate hoje em mais de 22 visitas feitas entre medicos, especialistas e fisioterapia num periodo de 10 meses, nunca examinaram meus joelhos.
    Por favor,me oriente qual seria o melhor tratmento para meu caso e os riscos destas agulhas.
    obrigado
    Eliane 

  • Charles

    Débora, boa noite. A primeira dúvida é: a dor tem padrão radicular, ou seja,irradia para a perna se estamos falando de hérnia de disco lombar? Se sim, a peridural com corticóide é uma opção válida tendo evidência forte no curto prazo (se feita pela via transforaminal {sempre com o auxílio do raio X, tb chamado de intensificador de imagens} e não interlaminar { normalmente não se utiliza este raio-X}) e fraca no longo prazo. Esta técnica se limita a 3 ou 4 peridurais/ano com corticóide. Na Europa e Brasil, utilizamos quando há boa resposta com anestésico local, mesmo que por pouco tempo, a radiofrequencia pulsátil nos gânglios das raízes dorsais correspondentes a dor. As evidências ainda são fracas e mais publicações são necessárias. Há um estudo de Jan Van Zundert mostrando evidência 1A em hérnias de disco cervicais. O primeiro estudo publicado foi por Alexandre Teixeira (Portugal) e Menno Sluijter de 2002 em hérnias de disco lombar. Vamos apresentar nossa casuística nestes casos no Congresso Mundial da WIP para hérnias discais tratadas com o auxílio da radiofrequencia.
    Porém, se a dor não mostra sinais de involução, e há imagens claras de compressão da raíz nervosa, compatível com sua queixa (localização), a cirurgia é uma possibilidade já que uma dor aguda pode se tornar crônica e não mais reverter mesmo que se opere em uma fase tardia. A cirurgia é mandatória quando há perda da motricidade do membro, sendo então um procedimento de urgência.
    Resumindo: os bloqueios não são 100% eficazes assim como complicações são também esperadas após cirurgias, mesmo que sejam tecnicamente bem realizadas.
    A decisão deve ser conjunta: sua e de seu médico.

  • Debora_195849

    meu nome e deborah , estou nos eua, e tenho hernia de disco ,osteofitosee discreta artrose das facetas articulares, ja tomei 3 aplicacoes de cortizona e tomei este mes uma de steroid , e ja tenho outra marcada para 30 dias (steroid)mais as dores , nao param ,gostaria da opiniao do dr, ja que fiz fisioterapia e nao deu resultado , sera que estou com o tratamento certo , sera que a cirurgia nmao seria o mais correto, obrigado pela atencao

  • ADRIANA

    Olá Claudia..

    Eu também tenho dores fortes que afetam a minha perna direita e braço devido a formação herniaria nos discos. Já passei por processo cirurgico e aplicação de remédio diretamente no nervo, mas nada adiantou. Também estou a procura de uma solução. Vivo refém dos remédios que atrabalham o meu desemprenho no trabalho.
    Abraços

  • Pingback: Estenose Espinhal | Mundo Sem Dor

  • Pingback: Dor crônica na coluna – tem a ver com que? | Mundo Sem Dor

  • Singular

    Cláudia, toda decisão deve ser baseada na somatória de história clínica, exame físico e exame de imagens. O bloqueio epidural é uma das armas que dispomos para combater a dor.

  • Clauviola

    Olá, Dr Charles.Parabéns pelo site.
    Minha mãe sofre muito com dores na coluna, devido a hernia de disco, inclusive já sofreu cirurgia , mas as coisas tem piorado.Será que essa injeção epidural funciona no caso dela?
    Abraços.

    Claudia Viola