Que dorrr! Essa ciática!

13 jan

DOR CIÁTICA

A dor ciática é um sintoma de algum problema com o nervo ciático - nervo ciática e onde a dor ocorreum nervo grande que sai do cordão espinhal, passa pela região lombar, desce pelas nádegas e continua ao longo de cada perna.

Este nervo controla os músculos dos membros inferiores e é responsável pela sensibilidade da parte posterior da coxa, da panturrilha e da sola do pé. Quando uma pessoa tem ciática, sente dor, fraqueza, ardência, dormência ou formigamento.

A dor começa na região lombar da coluna e irradiar ao longo da coxa até a batata da perna, o pé, ou até os dedos. Geralmente, ocorre somente em um lado do corpo.

Normalmente, essa dor pára depois de alguns meses, muitas vezes sem qualquer tratamento específico, mas a ciática pode causar danos permanentes ao nervo.

CAUSAS

A dor ciática pode ser causada por uma compressão e/ou irritação do nervo ciático, como ocorre quando se tem uma hérnia de disco, um estreitamento do canal espinhal que comprime o nervo–a estenose espinhal, uma degeneração de disco, espondilose, ou uma lesão, tal como uma fratura da pelve. Em muitos casos a causa é desconhecida.

FATORES DE RISCO

Fatores de risco para a dor ciática incluem problemas de saúde, estilo de vida e qualidades inerentes, como idade ou etnia, que aumentam a probabilidade do indivíduo desenvolver uma condição. Os maiores fatores de risco incluem:

Idade. Mudanças na coluna relacionadas com a idade são uma causa comum da ciática. É provável que até os 40 anos uma pessoa já tenha alguma deterioração nos discos intervertebrais da coluna.

Ocupação. Um trabalho que requer girar bastante o tronco e a coluna, carregar peso, ou dirigir um veículo por longos períodos de tempo, deixa a pessoa mais suscetível a desenvolver a dor ciática.

Ficar sentada por longos períodos de tempo. Pessoas que ficam sentadas por muito tempo ou que levam uma vida sedentária são mais propensas a desenvolver a ciática do que pessoas ativas.

Diabetes. Esta condição, que afeta a maneira como o corpo utiliza a glicose sangüínea, aumenta o risco de danos ao nervo.

Complicações

Conforme a causa da compressão do nervo, outras complicações podem ocorrer, incluindo:

Perda de sensibilidade na perna afetada

Perda de movimento na perna afetada

Perda da função intestinal ou da bexiga

*Nesse caso, deve-se procurar seu médico ou um PS imediatamente.

TRATAMENTO

O tratamento depende da causa do problema e pode incluir exercícios, medicamentos e cirurgia.

Em casa. Muitas pessoas tratam sua ciática em casa usando gelo, compressa quente, alongamento, exercício e analgésicos comprados direto da farmácia.

É indicado continuar as atividades normais para melhorar mais rapidamente, mas também é necessário evitar o que precipitou a dor em primeiro lugar. Embora descansar por um dia possa proporcionar algum alívio, ficar de cama por muito tempo não é o ideal. No longo prazo, a inatividade somente piora os sintomas.

Fisioterapia e Medicações. Além dessas medidas, o médico pode recomendar outras modalidades de tratamento como fisioterapia e medicações. A reabilitação fisioterápica visa evitar a recorrência de lesões mediante a correção postural, o fortalecimento dos músculos que dão suporte à coluna e o aumento de flexibilidade. Medicações incluem o analgésico, o anti-inflamatório, o relaxante muscular, e em alguns casos, quando necessário e por curto período de tempo, o opióide ou anti-depressivo tricíclico.

Injeção Epidural. Caso o paciente não responda ao tratamento conservador, a injeção epidural pode ser indicada pelo médico. Usando esta técnica minimamente invasiva, o médico intervencionista da dor injeta um corticosteróide na área afetada. Isto ajuda a suprimir a inflamação em torno do nervo irritado, aliviando assim a dor.

Como os corticosteróides podem ter efeitos colaterais, o número de injeções que uma pessoa pode receber é limitado e cabe ao médico intervencionista da dor determinar o curso de tratamento mais seguro em cada caso.

Cirurgia. É indicada quando o nervo comprimido causa fraqueza significante, incontinência urinária e instestinal ou quando a dor piora progressivamente ou não responde a outros tratamentos.

Revisado em 25/01/2013

  • mundosemdor

    Prezado Rodrigo, as hérnias discais tem uma evolução geralmente favorável. Mas você deve passar por avaliação médica para melhor avaliação do seu caso.

  • mundosemdor

    Prezada Clara, as informações que recebo são vagas. Além disso, o exame físico é fundamental para chegarmos a conclusão de seu diagnóstico. Espero que já esteja recuperada! Caso não, procure um especialista para lhe ajudar.

  • mundosemdor

    Precisa esclarecer em um exame físico e também de imagens se isto é uma hérnia de disco ou uma síndrome compressiva do piriforme sobre o ciático. Dentre outros diagnósticos diferenciais…

  • mundosemdor

    Simples Antônio. Passe em consulta com alguém que lhe veja integralmente e não somente por seguimentos.

  • mundosemdor

    Bazílio, faltam exame físico e exame de imagens para concluir o que tem. O raio X não serve para diagnosticar uma hérnia de disco por exemplo, o qual é um dos seus diagnósticos diferenciais. Além de consultar um médico, sugiro-lhe que faça uma ressonância nuclear magnética da coluna lombar.

  • mundosemdor

    Na verdade Sabrina, não sei. O que posso lhe afirmar é que as dores do braço não tem relação com a cesariana ou laqueadura. Ela deve passar em consulta e aguardar por um diagnóstico após ser examinada fisicamente.

  • mundosemdor

    Eduardo, muitas vezes as dores são miofasciais, traduzindo, musculares. Isso não aparece ao raio x, ressonância. Um bom exame físico pode ajudá-lo a entender melhor o que se passa em seu corpo e dar um direcionamento ao seu tratamento.

  • mundosemdor

    Cláudio, várias são as possibilidades e somente um exame físico ajudaria a entender melhor o que se passa com seu corpo.

  • mundosemdor

    Imagino que seja uma irritação da medicação junto à região aplicada.Sendo assim, deve passar.
    Tenha atenção para ver se não esta ficando vermelho o local, com muita dor ao toque.
    Pode estar desenvolvendo um abcesso nesta região.

  • mundosemdor

    Se há suspeita de dor em sacroilíaca, a confirmação desse diagnóstico é realizada com a infiltração dessa articulação guiado por ultrassonografia ou raio X. Havendo alívio da dor, o diagnóstico estará concluído. O bom tratamento depende de um bom diagnóstico.

  • mundosemdor

    Prezada Regiane, na verdade não sei. Precisaria examiná-la para emitir uma opinião.

  • mundosemdor

    Às vezes nada. Mas pode ter carregado bastante peso de forma inadequada.

  • mundosemdor

    Olá Clau, falta-nos dados para lhe orientar. Mas com um padrão de dor sem respeitar dermátomos específicos (áreas relacionadas a um determinado nervo), deveríamos fazer diagnósticos diferenciais com patologias endócrinas e reumatológicas lembrando sempre da possibilidade de ser fibromialgia. Qual especialista procurar? Podem ser um médico especialista em dor, um clínico geral, um reumatologista, etc.

  • mundosemdor

    Anderson, primeiramente precisa fazer um melhor diagnóstico e melhor controle da dor. Bloqueios intervencionistas podem ser indicados. Avaliação isocinética para observar a diferença de força entre as pernas é importante. Assim, uma fisioterapia especializada deve ser instituída para que reduza a diferença de força entre as pernas e que seja liberada atividade física no tempo ideal, reduzindo assim, risco de novas lesões.

  • mundosemdor

    Helena, procedimentos minimamente invasivos como peridural transforaminal podem ser tentados. O que preocupa é que é uma dor de longa data. Hoje, após 4 anos, mesmo uma cirurgia com a perfeita remoção do material discal, não significa que você ficará completamente livre da dor. Isto pode acontecer. Mas pode ser que não já que uma compressão do nervo por tão longo período produz lesões que podem ser irreversíveis. Colocamos como limite para indicar uma cirurgia, 6 meses com dor.

  • Ricardo Sauer

    Bom dia, me identifiquei com esse problema mesmo… Fiquei realmente assustado foi nunca havia tido esse problema, conforme disse, foi apos uma tarde inteira agachado. Vou comecar a exercitar os musculos das pernas fazendo exercicios diarios de bicicleta, sera que ira resolver meu problema ?? Nao sinto dores, somente essa sensação incomoda de formigamento (parece estar dormente) somente nessa parte da perna.

  • mundosemdor

    Ricardo, o nervo cutâneo lateral da coxa é um nervo sensitivo que pode estar comprimido e causando-lhe esse desconforto. Damos o nome de meralgia parestésica. Vamos escrever sobre esse assunto em breve. Procure ler a respeito e veja se identifica com seu caso.

  • Ricardo sauer

    Bom dia, estou com um problema na parte externa da perna esquerda, mas somente na parte acima do joelho ate onde termina a perna… na sexta feira, precisei ficar agachado quase a tarde inteira remendando fios de telefone, ao final do servico, percebi que minha perna estava dormente de um lado, e esta assim a 3 dias… comecei a ficar preocupado, devo procurar ajuda medica ou sera que espero pra ver se a dormencia passa ?? Abraços

  • najda

    que bom eesa matéria!!!

  • mundosemdor

    Olá Ilailzo, lesões complexas como essas merecem transposição de um nervo sensitivo para ser enxertado nesta região onde houve perda traumática. Isso deve ser feito o mais precocemente possível sendo os resultados lentos e inconsistentes. Os cirurgiões de mão os mais habilidosos nesta arte. Consulte seu médico!

  • Paulaarchina

    trabalho num navio de cruzeiros e adiquiri a dor ciática lá devido ao peso que carrego e às muitas hora em que fico de pé. Há 1 ano convivo com essa dor que vai e volta porém minha panturrilha direita nunca deixou de doer. Não sei o que posso fazer para essa dor passar. Será que musculação é uma boa?

  • Ecarrias

    OLA,MEU NOME É EDSON,HÁ UNS 20 ANOS ATRÁS EU FUI INTERNADO,PARA UM TRATAMENTO DE FIMOSE,NO QUAL FUI SUBMETIDO A TOMAR ANTFLAMATÓRIOS NA NADEGA,EM UMA DESSAS INJEÇOES EU SENTI MINHA PERNA TREMER E DEPOIS COSAR MUITA,NO MESMO INSTANTE MEU PÉ NÃO MOVIMENTOU MAIS,VIVO HOJE SEMPRE COM MUITA DOR E NA ÉPOCA FIZ TRATAMENTO,FISOTERAPIA,MAS NADA RESOLVEU,HOJE PERCEBO QUE ALÉM DE PARTE DO MOVIMENTOS PERDIDOS EU SINTO DORES NAS ARTICULAÇOES NA REGIAO DO TORNOZELO E EM MEU PÉ.PESQUISO NA NET SEMPRE,MAS NUNCA MAIS FUI AO MÉDICO.GOSTARIA DE SABER SERÁ EXISTE TRATAMENTO?

     

  • Singular

    Caro Paulo:
    Gostaria de saber em qual estado confederativo vive para que eu possa lhe sugerir algo.

  • Paulo P. Jr.

    Meu nobre, caro doutor! Eu estou com muita dor , ja constatei a anos a traz , traveis de uma resonanciamagnética. Que tenho uma  hérnia   de disco. Venho tratando. Mas eu tive que, abandonar meu plano de saúde , por questões financeira. Eu gostaria que me desse uma dica, de algum órgão publico que eu possa me tratar com especialista no caso. Pois esta difícil conviver com a dor ,e ser atendido no pronto socorro onde eles te dão uma injeção, que te alivia por um período. Ficarei muito grato por sua atenção.   

  • Pingback: Estenose Espinhal | Mundo Sem Dor

  • Babibc18

    Oláa..Adorei esse post falando da dor ciática.Minha mãe tem,e eu gostaria de saber o que possoo fazer para aliviar as dores e a dormência que ela sente na perna,pois tem mais de uma sema que ela está em crise,não consegue movimentar muito a perna,fica dormente o dia todo,o pé fica até “gelado”,e dependendo dos movimentos que ela faz com a perna ela até chora de tanta dor. Ela tá tomando alguns medicamentos,entre eles flexalgin e miosan(com o miosan o resultado foi um pouco melhor),e o médico tinha receitado a injeção DexaCitoneurin,o que deu pouco resultado em relação a perna.Sou estudante de fisioterapia e gostaria de saber se há algum alongamento,massagem, algo do tipo pra fazer com ela,pois ela mesmo fazendo os alongamentos de isquiotibiais e quadríceps pela manhã não tá adiantando muito também não.O que fazer? Por favor,me ajude! beijos.